A direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está discutindo a criação do Curso de Bacharelado em Engenharia Agronômica. A proposta, em fase de elaboração, já foi debatida com a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) e a ideia é ampliar as oportunidades profissionais e de conhecimento com vistas a promoção do desenvolvimento no Sertão paraibano.
Uma comissão foi formada para discutir o projeto pedagógico do curso e está iniciando reuniões para tratar do assunto. A diretora do Câmpus IV, professora Vaneide Lima, explica que a proposta de criação acontece devido à necessidade intensa de formar novos profissionais no mercado de trabalho. Ela observa que existe uma grande demanda para o funcionamento de um novo curso, além de um anseio da comunidade acadêmica em ampliar as ações do Câmpus IV na cidade de Catolé do Rocha e cidades vizinhas, nesta área de conhecimento.
Professora Vaneide destaca que, com o curso de Engenharia Agronômica, esse leque de oportunidades se abre significativamente, o que deve atrair novos alunos para o CCHA. “O mercado para o engenheiro agrônomo é bem mais amplo. Já tivemos uma reunião muito propositiva e produtiva com o professor Eli Brandão, pró-reitor de Graduação, para discutir essa proposta. A pretensão é concluí-la até junho deste ano, quando a matéria será encaminhada para apreciação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe)”, frisa a diretora.
A perspectiva é que, uma vez aprovada a proposta no Consepe, o Bacharelado em Engenharia Agronômica comece a funcionar no segundo semestre deste ano, quando deverá ser formada a primeira turma, com aulas diurnas. Vaneide esclarece que a Licenciatura em Ciências Agrárias não será extinta, uma vez que continuará funcionando até que todos os alunos atualmente matriculados concluam seu curso. Os alunos de Ciências Agrárias que tiverem interesse poderão migrar para o curso de Engenharia Agronômica ou concluírem a licenciatura e depois entrar como graduado no Bacharelado.
Imagem relacionadaCODECOM UEPB | Por Severino Lopes e Tatiana Brandão