Domingo, 26 de Setembro de 2021
28°

Poucas nuvens

Riacho dos Cavalos - PB

Saúde Recebe alta

Criança recebe alta após passar sete anos internada em hospital, na Paraíba

João Lucas Rodrigues Ribeiro, de sete anos, foi diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal (AME), e estava no hospital desde os quatro meses de vida.

28/08/2021 às 19h09
Por: Danilo Almeida Fonte: G1PB
Compartilhe:
Criança recebe alta após passar sete anos internada em hospital, na Paraíba

Uma criança internada há mais de sete anos no Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, recebeu alta médica nesta sexta-feira (27). João Lucas Rodrigues Ribeiro, de sete anos, foi diagnosticado com Atrofia Muscular Espinhal (AME).

 

O paciente deu entrada no hospital com apenas quatro meses de vida, em 2014, e seguiu direto para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde ficou por cerca de cinco anos.

 

Desde o início de 2019 o paciente estava sendo acompanhado pela equipa da Unidade de Atenção à Criança e ao Adolescente e nesta sexta, quando tudo já estava preparado na casa da criança em João Pessoa, ele pôde sair do hospital. João Lucas precisa de ventilação mecânica e monitoramento 24 horas por dia.

 

“Foram quase cinco anos na UTI, sem sair para lugar algum, a não ser umas poucas vezes para o corredor do hospital. No entanto, mesmo em um ambiente fechado, com muitas restrições (pois ressaltavam os riscos de intercorrências), fomos sempre bem assistidos durante todo o tempo em que permanecemos lá”, relatou Sonali Rodrigues, mãe do menino.

 

A assistência domiciliar será prestada ao garoto através do serviço home care. Ele terá acompanhamento médico com enfermeiros, técnico de enfermagem, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e psicólogo, além dos médicos responsáveis.

 

“A volta para casa traz um significado de pertencimento. O paciente fica no seio familiar, podendo fazer parte da rotina de casa, participando dos momentos de família e todo esse processo, junto com os cuidados clínicos que ele continuará recebendo em domicílio, vai estar atrelado ao bem-estar psicológico e melhor qualidade de vida do paciente”, destacou Camila Batista, psicóloga do HULW.

 

Na despedida de João Lucas ao hospital, a equipe médica preparou um passeio na cobertura do prédio. Ele soltou balões, simbolizando liberdade. Os profissionais de saúde e a família do menino vivenciaram momentos de emoção, que marcam o retorno de João para casa.

 

“Mesmo diante do diagnóstico de AME, procuro ver a situação com um outro olhar, jamais focar na doença. Tento ser feliz ao lado do meu filho, aproveitar cada minuto, viver um dia de cada vez. concluiu a mãe do garoto.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias