Luz Solar do Sertão
FISCALIZAÇÃO

Hospital de Santa Rita pode ser interditado por falta de médicos

Fiscalização do CRM-PB deu prazo até sexta-feira (15) para resolução do problema

12/11/2019 18h18
Por: Redação
Fonte: portal correio
155

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) fiscalizou o Hospital e Maternidade Flávio Ribeiro Coutinho, na cidade de Santa Rita, na tarde desta terça-feira (12), e constatou que não há médicos no setor de urgência e emergência da unidade nas terças-feiras e sábados. O CRM-PB deu um prazo até a próxima sexta-feira (15) para que o problema seja resolvido. Caso contrário, irá interditar eticamente os médicos que trabalham no setor de urgência do hospital.

 

“Um hospital daquele porte não pode ficar sem médicos na urgência durante dois dias da semana. Quando chega um paciente, os outros profissionais têm que encaminhar para outro hospital. Isso é inadmissível”, destacou o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

 

O hospital vem sofrendo com a escassez de recursos há meses. É uma instituição filantrópica, que recebe recursos de doações, do Ministério da Saúde, através do SUS, e da Prefeitura de Santa Rita. De acordo com a direção do hospital, o repasse dos recursos pela Prefeitura vem sendo feito regularmente e em dia, no entanto, são insuficientes para cobrir os custos do hospital, o que vem gerando dívidas com fornecedores.

 

No mês de julho, a situação caótica do hospital foi tema de audiência na Promotoria de Santa Rita, envolvendo a direção do hospital, o prefeito, a Secretaria de Saúde, o CRM-PB e o Ministério Público. “Apesar da gravidade da situação do hospital há tanto tempo, ele ainda sofre com a falta de recursos”, destacou o diretor do CRM-PB.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias