Segunda, 14 de Junho de 2021
83 9 9690-1026
Brasil Brasil

Queiroga anuncia 300 mil novas doses de vacina para o Maranhão

Ministro foi a São Luís neste domingo (22) para a entrega de testes. Objetivo é conter a disseminação da cepa indiana

23/05/2021 20h07
Por: Danilo Almeida Fonte: R7
O governador do Maranhão, Flávio Dino, e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga - (Foto: Twitter/Reprodução 23.05.2021)
O governador do Maranhão, Flávio Dino, e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga - (Foto: Twitter/Reprodução 23.05.2021)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, visitou o estado do Maranhão neste domingo (23) e anunciou o envio de 300 mil novas doses de vacinas contra a covid-19, o que representa 5% a mais do previsto no Plano Nacional de Imunização. As doses serão destinadas à capital São Luís, além dos municípios vizinhos de Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar.

O ministro esteve no Maranhão para a entrega de 600 mil testes rápidos, anunciados no sábado (22) como medida para conter o espalhamento da cepa indicana, detectada em seis tripulantes de um navio. Eles serão destinados a locais de grande circulação, como rodoviárias, e postos de fronteira. 

Segundo Queiroga, as vacinas serão da Pfizer e da Astrazeneca, que já são consideradas efetivas contra a cepa originária da Índia.

Na visita, Queiroga fez um sobrevoo até o navio MV Shandong da Zhi, que está nas proximidades de São Luís. O ministro também se encontrou com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), no Porto do Itaqui. "Seguiremos colaborando com as equipes federais responsáveis por portos e aeroportos", afirmou Dino em suas redes sociais, após o encontro.

Testes

Os testes integram uma estratégia de 3 milhões de testes pelo país, com o objetivo de conter a disseminação do vírus e, em especial, da variante indiana, considerada mais contagiosa. Os testes deverão ser espalhados pela fronteira do Brasil com Argentina e Paraguai, países onde a cepa já foi identificada, além de aeroportos com voos internacionais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias