Segunda, 14 de Junho de 2021
83 9 9690-1026
Saúde Saúde

Saiba se você já pode ser vacinado contra covid e as exigências

Imunização está na fase de pessoas com comorbidades, confira quais são doenças foram incluídas pelo Ministério da Saúde

18/05/2021 02h07
Por: Danilo Almeida Fonte: R7
Pessoas com comorbidades devem provar com relatórios médicos - (Foto: MAURO AKIIN NASSOR/Estadão Conteúdo - 8.5.2021)
Pessoas com comorbidades devem provar com relatórios médicos - (Foto: MAURO AKIIN NASSOR/Estadão Conteúdo - 8.5.2021)

Desde a última semana, pessoas com comorbidades estão sendo vacinadas no Brasil. De acordo com o PNI (Programa Nacional de Imunização), o público da fase atual é formado por quem tem alguma doença ou condição de saúde que, caso seja infectado, tem maior risco de evoluir para um quadro grave da covid-19.

A estimativa do governo federal é vacinar cerca de 17,7 milhões de pessoas, entre 18 e 59 anos, neste grupo.

Os 26 estados e o Distrito Federal definem os cronogramas de vacinação localmente, mas devem seguir as premissas estabelecidas no PNI, de começar com pelos mais velhos até chegar aos mais novos.

O Ministério da Saúde incluiu 22 enfermidades na lista. Confira: 

• Qualquer tipo de diabetes;

• Pneumopatias crônicas grave;

• Hipertensão arterial resistente (HAR);

• Hipertensão arterial leve e moderada, associada a outra comorbidade ou lesão nos chamados órgãos-alvo, como cérebro, coração, vasos sanguíneos, olhos e rins;

• Hipertensão arterial estágio 3 ou grave;

• Insuficiência cardíaca;

• Hipertensão pulmonar;

• Cardiopatia hipertensiva;

• Síndromes coronariana;

• Valvopatias - doenças relacionadas às válvulas do coração que compromentam a circulação do sangue;

• Miocardiopatias e pericardiopatias: doenças que afetam o músculo cardíaco de quaisquer causas ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática;

• Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;

• Arritmias cardíacas (batimentos cardíacos irregulares);

• Cardiopatia congênita - pessoas que nasceram com a doença que afetem a circulação do sangue;

• Dispositivos cardíacos implantados, como marcapasso, cardiodesfibrilador, ressincronizador, assistência circulatória de média ou longa permanência;

• Doença cerebrovascular, como AVC isquêmico ou hemorrágico, ataque isquêmico transitório,  demência vascular;

• Doença renal crônica;

• Imunossuprimidos, como transplantados, pacientes com câncer e HIV positivo;

• Anemia falciforme;

• Obesidade mórbida: IMC (índice de massa corpórea) igual ou superior a 40;

• Cirrose hepática;

• Síndrome de Down.

Por determinação do Ministério da Saúde, os documentos exigidos para comprovação da doença são os mesmos.

O indivíduo deve ir ao um posto de vacinação com exames, relatórios médicos, receitas, prescrições médicas, diagnósticos ou documentos, que comprovem a doença ou condições de saúde. A confirmação deve estar com assinatura e CRM de um médico. 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias