hyy
Saúde

Ministério prevê 34,4 milhões de doses de vacinas em maio

Governo conseguiu antecipar 2 milhões de doses da AstraZeneca por meio do consórcio Covax Facility

28/04/2021 11h02
Por: Danilo Almeida
Fonte: R7
Ministro fala em regularização do estoque da CoronaVac para garantir 2ª dose - (Foto: Divulgação / Gil Leonardi / Agência Minas)
Ministro fala em regularização do estoque da CoronaVac para garantir 2ª dose - (Foto: Divulgação / Gil Leonardi / Agência Minas)

O Ministério da Saúde atualizou, nesta quarta-feira (28), a previsão de vacinas contra covid-19 para o mês de maio. Segundo o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, devem ser entregues 34,4 milhões de doses.

Por meio do consórcio Covax Facility, o país receberá 4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Destes, 2 milhões foram antecipados de junho para maio.

Também chega ao Brasil nessa quinta-feira (29) 1 milhão de doses da Pfizer/BioNTech.

"Amanhã, a gente vai receber 1 milhão de doses da Pfizer. A ideia é que pouse no aeroporto de Viracopos [em Campinas/SP]. Será recebida amanhã a primeira remessa do nosso contrato de 100 milhões de doses da Pfizer", afirmou Cruz.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou mais uma vez o atraso no recebimento do IFA (ingrediente farmacêutico ativo) usado pelo Instituto Butantan na fabricação da CoronaVac, o que afetou o calendário da segunda dose em diversas cidades.

"Esperamos que semana que vem sejam distribuídas doses de CoronaVac suficientes para que haja uma regularização dessa segunda dose."

O problema se deu após uma recomendação anterior do ministério, ainda sob a gestão de Eduardo Pazuello, para que fossem usadas todas as doses da CoronaVac, e não mais se reservasse a segunda. Queiroga chegou a admitir nesta semana que o procedimento foi um erro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias