www.riachonoticias.com - A notícia em primeira mão!
Publicado em:

Jutay comunica suspensão de portaria que prejudicava 10 mil pescadores na Paraíba

O Diário Oficial da União desta quinta-feira (7) trouxe a publicação da Portaria Interministerial número 30, que suspende a também Portaria Interministerial 78/2017, que impede o repasse do seguro defeso aos pescadores artesanais. “Essa é uma luta de todos os pescadores. Semana passada, estivemos em Brasília para acompanhar todo esse processo e hoje tivemos essa ótima notícia”, disse o deputado estadual Jutay Meneses.

Na Paraíba, segundo o parlamentar, dos mais de 29 mil pescadores, 10 mil ainda não receberam de maneira integral o Seguro Defeso. “Os pescadores estão passando dificuldades, pois precisam desse recurso para complementar a renda, já que passam três meses sem poder pescar”, justificou. Com a portaria anterior, a pesca durante o período de defeso, entre os meses de janeiro e abril, será proibida apenas para espécies nativas.

Na Paraíba existem cerca de 30 mil pescadores e 18 mil têm o direito de receber o seguro da piracema, mas 10 mil ainda estão esperando para receber. Desses, 6 mil residem no interior do Estado e 4 mil no litoral. De acordo com o Ministério do Planejamento, os recursos destinados aos pescadores, quando pagos, contribuirá com um acréscimo de R$ 26 milhões na economia paraibana.

O secretário Especial Nacional de Agricultura e Pesca, Dayvson Franklin de Souza, comunicou a decisão a Jutay e destacou a atuação do parlamentar em defesa dos pescadores paraibanos. “Vamos agora discutir com o setor os aspectos econômicos, as alternativas, a questão também ambiental da sustentabilidade da atividade pesqueira. Mas acredito que a gente faz justiça. E eu creio que assim: a secretaria tendo sua autonomia, tendo condições de trabalho ela vai dar sim celeridade aquilo que é de mais importante para o setor e, principalmente, fazer justiça com o nosso trabalhador do setor pesqueiro e do setor agrícola”, afirmou.

Portaria – Pela Portaria Interministerial 78/2017, assinada de forma conjunta do Ministério do Desenvolvimento e do Ministério do Meio Ambiente, a pesca durante o período de defeso, entre os meses de janeiro e abril, será proibida apenas para espécies nativas. A pesca de espécies exóticas ou originárias de outras regiões seria permitida, mesmo durante o período reprodutivo. A portaria suspendeu o pagamento do benefício para os pescadores, que ficaram com dificuldades.
Repórter PB

Por: Site Riacho noticias
Compartilhe :

veja também

Publicidades: how to make gifs

how to make gifs

how to make gifs

how to make gifs

how to make gifs

how to make gifs

how to make gifs

Últimas Notícias

Comentário

www.riachonoticias.net - Todos os direitos reservados.